Elvis Pinheiro – mediador de Cinema

Povo do Cariri, para quem me reporto em minhas crônicas de cinema, a rede Orient trouxe para o Cariri Garden Shopping um filme nacional espetacular, entre os melhores de 2018, certamente. Um cinema duplamente autoral: texto de Nelson Rodrigues, sob direção primorosa de Murilo Benício. E um cinema também de Ator! Logo é triplamente qualificado (para brincarmos com a linguagem policial bem presente na obra). Neste filme, a criatividade impera. A engenhosidade e a profundidade andam juntas. Tem drama, tem humor, tem autocrítica, metalinguagem e muitos sentimentos escabrosos, verdadeiros e transcendentais.

Momento político nacional mais oportuno não há para choque que é assistir O BEIJO NO ASFALTO. Aqui temos a prerrogativa de Pier Paolo Pasolini, em que não adianta atacar a classe média com linguagem fácil burguesa. Conteúdo e Forma andam juntas. É um filme em maravilhoso preto e branco, com visual do fim dos anos 50 (a peça foi publicada em 1960), mas onde trafegam automóveis contemporâneos, onde o cenário se expõe no seu faz de conta e onde os atores falam sobre os seus personagens.

Fernanda Montenegro é a vizinha Judith e é ela mesma comentando a primeira encenação, da qual fez parte nos anos da Ditadura Militar. E está soberba e garbosa! E muito bem acompanhada.

Até quinta-feira, o povo do Cariri pode ir ver no Cinema. Eu assisti numa sala vazia, apenas eu e meu amigo. Acontece que esse filme importa ao Brasil inteiro! Numa época de tanta hipocrisia e falso moralismo que reprime e não resolve o essencial, um beijo que um homem dê em outro homem prestes a morrer no centro da maior cidade do país é um estrondo!

Posts Relacionados

March 12, 2014
home_lifestyle_blog_hot_1

Artigo: Crato Celebra a Santa Cruz da Baixa Rasa

  Um vaqueiro vindo do Pernambuco atravessava a Floresta do Araripe. Chegando à Baixa Rasa parou para descansar. Exausto, faminto e fraco, resolveu ali ficar, à espera que alguém […]

Deixe seu Comentário sobre este post