Abertura oficial acontece na noite desta quarta-feira, na Universidade Regional do Cariri

Com uma ampla programação, está em andamento a programação da IX Edição do Artefatos da Cultura Negra do Cariri. De forma decentralizada, o evento acontece em instituições de ensino superior do Cariri e congrega um grande público. Cerca de 1.500 pessoas participam do evento, entre grande público de alunos e professores.

O evento se tornou de larga amplitude, com participantes de outros países. Voltado para professores do ensino básico e estudantes de licenciatura, busca expor temas relevantes à educação brasileira, em conexão com as questões raciais.

Abertura oficial

Nesta quarta-feira, o Artefatos terá abertura oficial na Universidade Regional do Cariri (URCA), com solenidade às 18h30, e conferência de abertura proferida pela palestrante Giovana Xavier, da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), com mediação da professora Maria Elaine de Carvalho Cruz. Na ocasião, serão realizadas apresentações com performance poética de Ermi Panzo.

Entre os participantes do Artefatos, além da professora Giovana Xavier, que abordará o tema Feminismo Negro. Ela é a primeira mulher negra com doutorado em física do Brasil. Sônia Guimarães, do Instituto Tecnológico de Aeronáutica (ITA), trará a palestra O que eu faço com o racismo?.

Durante todo o dia haverá programação com palestras, mesas redondas, oficinas e apresentações artísticas, com debates acerca da temática e permanente diálogo com instituições de ensino superior do Estado do Ceará, movimentos negros, estudantes, professores da educação básica e pesquisadores vinculados às questões da população negra no Brasil e em outros países.

A programação pela manhã acontece no auditório do Salão de Ato da URCA, a partir das 8 horas, com apresentação do musical Zabumbar. A apresentação será seguida de mesa redonda sobre Saúde mental da população negra, com as Palestrantes Moema Alves Macedo, da UNILEÃO, Jéssika Bezerra Oliveira Leite – ALDEIAS, e Maria Margareth Leite Novais, com a coordenação de Emille Sampaio Cordeiro. À tarde acontece no Salão da Terra roda de conversa com as ouvidoras externas, defensoria pública dos Estado do Ceará e da Bahia, Meyre Coelho e Vilma Reis.

Desde sua primeira edição, em 2009, o evento tem se configurado enquanto importante espaço de formação de professores, estudantes de graduação, ativistas dos movimentos sociais e potencializado a produção acadêmica na temática.

Dessa forma, o Congresso Artefatos da Cultura Negra tem se constituído enquanto espaço importante de formação política, pedagógica e cultural, pautando a necessidade de construção de uma educação antirracista, que positive a presença negra na história e na cultura brasileira, ao tempo em que aponta proposições no campo das políticas públicas para a superação das desigualdades sociais e raciais. As discussões promovidas assumem um caráter interdisciplinar e de diálogo estreito com os grupos que preservam a cosmovisão africana no Cariri cearense.

Pretende-se também promover discussões no campo da formação dos profissionais da educação, voltadas para a implantação da obrigatoriedade da história e cultura africana e afro-brasileira no currículo escolar, Lei Nº. 10.639/03, Lei Nº. 11.645/08, e da Educação Escolar Quilombola, (DCN’s…, 2012). O conhecimento ancestral é tomado como base desse processo, com foco no reconhecimento da importância da África, do povo africano, das lutas históricas da população negra e de todo legado construído no processo de formação da sociedade brasileira.

Nesta edição, o evento promoverá além das mesas de debates, feiras culturais, minicursos, lançamentos de livros, sessões de apresentação de trabalhos de pesquisa, relatos de experiências, dentre outros. Também está sendo realizada a I Mostra de Cinema Africano do Cariri Cearense, com exibições de documentários acompanhadas de rodas de conversa em várias comunidades da região do Cariri cearense: quilombos, ONGs, escolas de educação básica, praças públicas e outros lugares.

Mais informações sobre programação:

Acesse o link: http://www.urca.br/artefatosculturanegra/ix/

Posts Relacionados

March 12, 2014
home_lifestyle_blog_hot_1

Cultura de luto: Morre Mestre Tico

Faleceu nesta quarta-feira, 20, Francisco Felipe Marques, o “Mestre Tico”, do Reisado do Coração de Jesus, da cidade de Juazeiro do Norte. Mestre Tico nasceu no […]

March 12, 2014
home_lifestyle_blog_hot_1

Mostra Sesc de Culturas 2020 virtual tem mais de 42 mil visualizações e 70 apresentações

Realizada há mais de 20 anos pelo Sistema Fecomércio-CE, por meio do Serviço Social do Comércio, a Mostra Sesc de Culturas encerra a sua 22ª edição […]

March 12, 2014
home_lifestyle_blog_hot_1

Solange Almeida, Edmar Gonçalves e Bruna Ene encerram a Mostra Sesc de Culturas

Público pode conferir liveshow no Youtube do Sesc Ceará, dia 08/11, a partir das 20h15   Após sete dias de uma programação cultural intensa, chega o momento […]

March 12, 2014
home_lifestyle_blog_hot_1

A magia do circo e das histórias infantis encantam a programação da Mostra Sesc de Culturas Digital

Mantendo a tradição de alcançar todas as gerações, a Mostra Sesc de Culturas 2020 apresenta uma programação especial voltada para o público infantil com espetáculos, narração […]

Deixe seu Comentário sobre este post